Taxa de franquia: entenda o que é e como funciona

Taxa de franquia: entenda o que é e como funciona

A taxa de franquia é um termo muito conhecido no mercado de franchising.

Afinal, ela é a primeira taxa apresentada ao franqueado.

Sua finalidade é remunerar a franqueadora pelo direito de uso da marca, capacitação inicial do franqueado e de seu time antes da inauguração e transferência de know-how.

No decorrer deste artigo você vai entender como funciona a taxa de franquia.

Acompanhe!

Different people asking questions Free Vector

O que é taxa de franquia, afinal?

A princípio, a taxa de franquia é um valor cobrado pela franqueadora, correspondente à concessão do uso da marca pelo franqueado.

O franqueado paga esse valor na hora em que assina o contrato, pois, ele faz parte da aplicação inicial para a abertura da unidade, devendo estar discriminada na Circular de Oferta de Franquia.

Em geral, o encargo é pago uma única vez, mas, vale destacar que algumas franquias cobram a taxa a cada renovação de contrato.

Portanto, é preciso se atentar a este detalhe antes de escolher em qual franquia investir.

Para que serve esta taxa?

A principal função da taxa de franquia é ajudar o franqueador no custeio dos gastos que a rede tem no processo de prospecção e iniciação do franqueado.

O valor cobrado também cobre os custos com treinamento, suporte e implantação da nova unidade.

Além disso, a taxa ainda é um meio de remunerar a franqueadora pelo desenvolvimento do negócio, bem como pela tecnologia administrativa, operacional, etc.

Por aqui um dos diferenciais é que efetuamos as primeiras aquisições de estoque para nossos franqueados e orientamos no processo de compras para estar cada vez mais competitivo e lucrativo.

Como é feito o cálculo da taxa de franquia?

O valor da taxa de franquia pode ser definido de forma estratégica, estipulando o valor conforme o estágio da franquia ou o desenvolvimento do segmento.

Em geral, a taxa praticada equivale a 10% a 40 % do investimento que o candidato a franqueado deve fazer para abrir a unidade.

Porém, há algumas variáveis a serem observadas na hora de definir o valor. Dentre elas podemos mencionar a maturidade da franquia, o tempo do contrato, o valor da marca e cobrança dos concorrentes.

Por fim, o franqueado deve ter atenção redobrada no momento de assinar o contrato.

Além disso, é crucial saber tudo sobre os serviços oferecidos pela franqueadora.

Assim, você tem como se certificar de que está fazendo um bom negócio. 

Está procurando a franquia ideal para você?

Conheça as vantagens de investir em uma franquia de embalagens.

Leia também:

Payback em franquias: o que é?

Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *